Loading...
LETRA

Encarecidamente
Venho te pedir por mais uma vez
Que você permita eu ser seu freguês
Pois não me acostumo viver sem você

E saibas que eu
Não me envergonho da situação
Pois falou mais alto a voz da paixão
Se você não volta eu venho te ver

Eu prefiro ser
O marido freguês, seja lá como for
Do que escondido chorar minha dor
E fingir para o mundo que está tudo bem

Eu entro na fila
Dos seus namorados sem criar problemas
Prometo jamais quebrar seu esquema
Se de vez em quando me der seu amor

A nossa casa
Está vazia sem sua presença
Pronunciar seu nome no bairro é ofensa
Ninguém quer ouvir falar de você

Mas sempre que posso
Eu dou um jeitinho e saio escondido
Pra mim eu serei sempre seu marido
Não quero e nem vou jamais te esquecer


A nossa casa
Está vazia sem sua presença
Pronunciar seu nome no bairro é ofensa
Ninguém quer ouvir falar de você

Mas sempre que posso
Eu dou um jeitinho e saio escondido
Pra mim eu serei sempre seu marido
Não quero e nem vou jamais te esquecer