Loading...
LETRA

O desemprego bateu na minha porta da minha casa
A minha vida que já era pobre se desmoronou
E nesta fase que as portas pra mim estava fechadas
Tudo o que eu tinha acabou em nada
A mulher amada também me deixou

Passou o tempo arranjei emprego, mudei de vida
Ela arrependida apareceu em casa, pediu pra ficar
Era o momento de fazer vingança a quem nos magoa
Deus que é tão grande sempre nos perdoa
Eu sou tão pequeno pra não perdoar

Ao ver seus olhos
Que derramavam lágrimas sentidas
Eu dei pra ela uma lição de vida
E não lhe paguei com a mesma moeda
A mesma casa que ela desprezou agora me abriga
Estendi a ela minha mão amiga
E lhe dei um pão em vez de dar pedras

A luz divina iluminou o meu coração
Pra esquecer sua ingratidão
E dar o perdão que era seu desejo
A lição de vida se transformou em lição de amor
Olhando pra ela sem nenhum rancor
No lugar de um tapa eu lhe dei um beijo