Loading...
LETRA

Te miré y de pronto te empecé a querer
Sin imaginarme que podría perder
No medí mis pasos
Y caí en tus brazos
Tu cara de niña me hizo enloquecer.

Pero fui en tu vida una diversión
Tan sólo un juguete de tu colección
Me embrujaste al verte
Y tus ojos verdes
Le pusieron trampas a mi corazón.

Tropecé de nuevo y con la misma piedra
En cuestión de amores nunca he de ganar
Porque es sabido que el que amor entrega
De cualquier manera tiene que llorar.

Tropecé de nuevo y con la misma piedra
En cuestión de amores nunca aprenderé
Yo que había jurado no jugar con ella
Tropecé de nuevo y con el mismo pie.

Pero fui en tu vida una diversión
Tan sólo un juguete de tu colección
Me embrujaste al verte
Y tus ojos verdes
Le pusieron trampas a mi corazón.

Tropecé de nuevo y con la misma piedra
En cuestión de amores nunca aprenderé
Yo que había jurado no jugar con ella
Tropecé de nuevo y con el mismo pie.

TRADUÇÃO

[Com a mesma pedra]

Olhei-te, de repente, e comecei a querer-te,
sem imaginar que poderia perder,
Não medi meus passos
e caí em teus braços,
teu rosto de menina fez-me enlouquecer.

Porém fui em tua vida uma diversão,
tão só um brinquedo da tua coleção.
Embalaste-me ao ver-te,
e teus olhos verdes
puseram armadilhas ao meu coração.

Tropecei de novo, e com a mesma pedra.
Em questão de amor, nunca hei de ganhar
porque, bem sabemos, quem amor entrega
de qualquer maneira tem que chorar.

Tropecei de novo, e com a mesma pedra.
Em questão de amor, nunca aprenderei.
Eu, que havia jurado não brincar com ela,
tropecei de novo, e com o mesmo pé.

Porém fui em tua vida uma diversão,
tão só um brinquedo da tua coleção.
Embalaste-me ao ver-te,
e teus olhos verdes
puseram armadilhas ao meu coração.

Tropecei de novo, e com a mesma pedra.
Em questão de amor, nunca aprenderei.
Eu, que havia jurado não brincar com ela,
tropecei de novo, e com o mesmo pé.