Loading...
LETRA

Não me vejo feito fera,
Muito menos anjo.
Eu que faço meu destino,
Traço os meus planos.
Sei que meu sexto sentido não vai me trair.

Troco riso pelo pranto
Em qualquer negócio
Sei que tem olhos do medo
No fundo do poço
Estou sempre maquiado quando vou sorrir.

REFRÃO
As leis dos meus olhos são feitas por mim
Até na mesma mão os dedos não são iguais
Têm loucos que se olham no espelho e se acham normais.

Ninguém ganha um jogo sem ter ambição
Não se apaga o fogo com o fogo na mão
Os gritos no silêncio não assustam corações animais.

REFRÃO

Ninguém ganha um jogo sem ter ambição
Não se apaga o fogo com o fogo na mão
Os gritos no silêncio não assustam corações animais.

Eu escondo um segredo sem qualquer mistério
Aqui se faz, aqui se paga, pode acreditar.

Eu escondo um segredo sem qualquer mistério
Aqui se faz, aqui se paga, pode acreditar.

Não me vejo feito fera,
Muito menos anjo.
Eu que faço meu destino,
Traço os meus planos.
Sei que meu sexto sentido não vai me trair.

Troco riso pelo pranto
Em qualquer negócio
Sei que tem olhos do medo
No fundo do poço
Estou sempre maquiado quando vou sorrir.

REFRÃO

Ninguém ganha um jogo sem ter ambição
Não se apaga o fogo com o fogo na mão
Os gritos no silêncio não assustam corações animais.

REFRÃO

Ninguém ganha um jogo sem ter ambição
Não se apaga o fogo com o fogo na mão
Os gritos no silêncio não assustam corações animais.

Eu escondo um segredo sem qualquer mistério
Aqui se faz, aqui se paga, pode acreditar.

Eu escondo um segredo sem qualquer mistério
Aqui se faz, aqui se paga, pode acreditar.