Loading...
LETRA

Quando a saudade cinzenta cruza meu paradeiro
Quando o azul da incerteza cai no branco da casa
Nas asas do pensamento tudo já se criou
E a esperança não tem palavras meu louco amor
Seu olhar se perdeu no largo da natureza
Só pra tentar esquecer imagens tão perigosas
É que a rosa perfeita é um artifício do amor
Que a natureza criou
E a vida se transformou

Você faz chover, no fogo do sertão
Você faz o mar secar e o céu cair no chão
Você faz chover, no fogo do sertão
Você faz o mar secar e o céu cair no chão
Companheira de alta luz
Companheira de alta luz

Um obscuro desejo abre um grande letreiro
E eu considero que a fome está batendo na porta
Desesperado eu sonhei que havia um mundo melhor
E acordei solitário no escuro da dor
Essa saudade também rondava a tua cabeça
Além dos males do bem essa paixão nos devora
Vem lá de fora uma brisa com teu cheiro de amor
Que a natureza criou
E a vida se transformou

Você faz chover, no fogo do sertão
Você faz o mar secar e o céu cair no chão
Você faz chover, no fogo do sertão
Você faz o mar secar e o céu cair no chão
Companheira de alta luz
Companheira de alta luz