Loading...
LETRA

Sous le vent et le ciel de traîne
Se mélangent colère et violence,
Aussi loin que je me souvienne,
Je vois des joies et des souffrances,
L'envie d'échapper tous mes silences,
De ne pas rester sans une autre espérance.

Jamais non jamais je ne me laisse faire,
Je livre mes combats,
Jamais je ne reste terre,
Au quotidien quand je me bats,
Moi, j'ai mes peines et j'ai ma foi.

C'est en vain que les maux reviennent
Je suis le chemin d'où renaît la chance,
Maintenant entre terre et mienne,
Entre les distances c'est l que j'avance,
L'envie de donner sans une récompense,
L'envie de crier pour une autre sentence.

Jamais non jamais je ne me laisse faire,
Je livre mes combats,
Jamais je ne reste terre,
Au quotidien quand je me bats,
Moi, j'ai mes peines et j'ai ma foi.

Jamais même en prières,
Je n'attends rien et je suis l,
J'oublie mes peines mais pas ma foi.

TRADUÇÃO

[Jamais Non Jamais]
De acordo com o vento e céu atrás
Se a raiva misturada e violência
Tanto quanto me lembro
Eu sei que as alegrias e sofrimentos
O desejo de escapar a todos os meus silêncios
Para não ficar sem outra esperança

Never Never eu não me deixou fazer
I reservar minhas lutas
Eu nunca deixou a Terra
Todo dia quando eu lutar
Eu tenho meus problemas e eu tenho a minha fé

É em vão que a dor nas costas
Eu sou o caminho, onde renasce sorte
Agora, entre a terra eo meu
entre as distâncias é isso que eu avançar
O desejo de dar sem recompensa
quer gritar por mais um prêmio

Never Never eu não me deixou fazer
I reservar minhas lutas
Eu nunca deixou a Terra
Todo dia quando eu lutar
Eu tenho meus problemas e eu tenho a minha fé

Nem mesmo orações
Eu não espero nada e eu l
eu esquecer a minha dor, mas não a minha fé