Loading...
LETRA

NO BRAÇO DESTA VIOLA QUERO CONTAR QUEM EU SOU
NO MEU TEMPO DE MENINO ESSE CASO SE PASSOU
FIQUEI CIENTE DA HISTÓRIA PORQUE MEU PAI ME CONTOU
O VELHINHO FOI FALANDO COM A VÓZ QUASE APAGANDO
DO SEUS ÓLHOS MAREJANDO, DUAS LÁGRIMAS ROLOU

MEU FILHO NUNCA DUVIDE DO PODER DO CRIADOR
O RETRATO DE UM BOI PRETO NESTA HORA ME MOSTROU
ESSE BOI É O SOBERANO QUE UM DIA LHE SALVOU
NÃO ME SAI MAIS DO SENTIDO QUANDO VI VOCE PERDIDO
NA HORA FIZ UM PEDIDO, E O MILAGRE DEUS MANDOU

NA CIDADE DE BARRETOS MUITA GENTE PRESENCIOU
O PASSAR DE UMA BOIADA COM DESTINO AO MATADOR
RIPIQUEI O MEU BERRANTE QUANDO A BOIADA ESTOUROU
NESTE MOMENTO TIRANO VOCE ESTAVA BRINCANDO
QUANDO O BOI SOBERANO, NA SUA FRENTE PAROU

OS GRITOS DOS BOIADEIROS DE MUITO LONGE ESCUTOU
A RUA COBRIU DE POEIRA QUANDO A BOIADA PASSOU
QUEM ASSISTIU A PASSAGEM DE EMOÇÃO ATÉ CHOROU
ESSE BOI LHE DEFENDIA COM TAMANHA VALENTIA
QUE ATÉ CHOREI DE ALEGRIA, E O POVO SE ADMIROU

ESSE CASO DO PASSADO ASSIM MEU PAI ME CONTOU
DO MILAGRE ACONTECIDO EU FIQUEI CONHECEDOR
FUI CRESCENDO E FIQUEI MOÇO HOJE SOU UM CANTADOR
VOU SEGUINDO O MEU DESTINO E POR UM MILAGRE DIVINO
EU SOU AQUELE MENINO, QUE O SOBERANO SALVOU