Loading...
LETRA

Mas que trem doido, que coisa mais esquisita
Homem chorando por uma mulher bonita
Mas que trem doido, que coisa mais esquisita
Homem chorando por uma mulher bonita

Eu sempre fui um homem namorador
Nunca me apaixonava, não sabia o que era amor
Até que um dia fui pego no contrapé
Aí eu me apaixonei (ganhei)
(“uhuhuh... ! Por que será que ela fez isso comigo? ”)
E choro por essa mulher

Mas que trem doido, que coisa mais esquisita
Homem chorando por uma mulher bonita
Mas que trem doido, que coisa mais esquisita
Homem chorando por uma mulher bonita

Essa paixão tá me deixando assustado
Até no meio do povo eu fico envergonhado
Qualquer lugar, esteja onde estiver
Se quiser me ver chorar (soluçar)
(“uhuhuh... ! Não tem vergonha não?
Ela não volta mais não”)
E só falar nessa mulher

(“Uai, sô! Nunca vi um homem fazê tanta reganhera por causa de uma muié”)
Homem chorando por uma mulher bonita

Mas que trem doido, que coisa mais esquisita
Homem chorando por uma mulher bonita
Mas que trem doido, que coisa mais esquisita
Homem chorando por uma mulher bonita

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)