Loading...
LETRA

Vocês já viram uma rês sacrificada
E ao redor toda a manada
Vendo o sangue no capim
Choram sentidas lá no meio da invernada
Porque sabem que mais nada
Vai restar depois do fim

E ainda dizem que eles são irracionais
Quem somos nós pra entender os animais?

O elefante com o seu sexto sentido
Já tem o dia escolhido e o lugar para morrer
E as rolinhas quando vem do carrascal
E se juntam no quintal é sinal que vai chover

E ainda dizem que eles são irracionais
Quem somos nós pra entender os animais?

O joão-de-barro pra defender sua amada
Fez a porta enviesada com medo do gavião
O carneirinho antes de ser degolado
Fica com os olhos molhados implorando salvação

E ainda dizem que eles são irracionais
Quem somos nós pra entender os animais?

As formiguinhas têm suas leis no cativeiro
Sua casa é o formigueiro com sala quarto e cozinha
E as abelhas no momento de enxamar
Elas podem se mudar só com ordens da rainha

E ainda dizem que eles são irracionais
Quem somos nós pra entender os animais?