Loading...
LETRA

Hoje nóis bebe tudo
Hoje nóis atrapaia
Hoje nóis vira o mundo
Hoje ninguém trabáia

Hoje nóis fica nu
Hoje nóis vai vê fundo
Hoje nóis não é mais
Que um bando de vagabundo

Hoje que tamo sozinho
As muié não tá por perto
Vamo junto pra gandaia
O caminho tá deserto

Vamo tira o atraso
Renovar a energia
Se minha sogra aparece
Nóis reza uma Ave-Maria

Já tô de saco cheio
Não quero fazer nada
Já desci do arreio
Tô chegando, mulherada

Só quero meus amigos
Comigo na parada
Tô louco pra ficar feio
E meu dinheiro não acaba

Hoje nóis bebe tudo
Hoje nóis atrapaia
Hoje nóis vira o mundo
Hoje ninguém trabáia

Hoje nóis fica nu
Hoje nóis vai vê fundo
Hoje nóis não é mais
Que um bando de vagabundo

Quando chego no buteco
Logo arrumo um perereco
Cinco loiras, dez morenas
E cerveja no caneco

Vamo atravessar a noite
Quem quisé dorme no chão
Se a polícia aparecer
Nóis arruma confusão


Hoje nóis bebe tudo
Hoje nóis atrapaia
Hoje nóis vira o mundo
Hoje ninguém trabáia

Hoje nóis fica nu
Hoje nóis vai vê fundo
Hoje nóis não é mais
Que um bando de vagabundo

Quando chego no buteco
Logo arrumo um perereco
Cinco loiras, dez morenas
E cerveja no caneco

Vamo atravessar a noite
Quem quisé dorme no chão
Se a polícia aparecer
Nóis arruma confusão

Hoje nóis bebe tudo
Hoje nóis atrapaia
Hoje nóis vira o mundo
Hoje ninguém trabáia

Hoje nóis fica nu
Hoje nóis vai vê fundo
Hoje nóis não é mais
Que um bando de vagabundo

Hoje nóis bebe tudo
Hoje nóis atrapaia
Hoje nóis vira o mundo
Hoje ninguém trabáia

Hoje nóis fica nu
Hoje nóis vai vê fundo
Hoje nóis não é mais
Que um bando de vagabundo