Loading...
LETRA

O gosto amargo desta solidão
Que me invade e judia o coração
É uma taça que contem sútil veneno

Me castiga devagar fere aos pouquinho
Vai tirando minhas forças de mancinho
Me fazendo infeliz e tão pequeno

Vem a mágoa que me faz perder o sono
Sozinho penso no meu mundo de abandono
Meu pensamento vôa sem motivação

Todas as pedras do caminho de um homem
Não se comparam a essa dor que me consome
Como é duida a dor que vem dessa paixão

Mas a vida é uma escola é professora
Me ensina que a paixão é duradoura
Mas sempre sara em um peito

Vai embora, vai com as asas do canto
E a saudade vem servir de acalanto
Pro coração deste ser apaixonado