Loading...
LETRA

Quem já nem se lembra dos grandes boleros, perfídia
Cravos na lapela, meia luz
E o papo sussurrava assim:
Te amo, te quero
As mulheres de baton rosa choque
Homens decididos
O romance começava
E o perfume que ela usava jasmim

O solo de pistoes,bongo e violinos
Eu cada vez sentindo seu coração em mim

Hoje tantos anos se passaram
Somente este amor ficou
Hoje eu caminho lado a lado
Com a tristeza com a dor
Quanto mais eu olho me convenço
São recordações
Velhos tempos
Louco o pensamento grita: coração

O solo de pistoes,bongo e violinos
Eu cada vez sentindo seu coração em mim

Amor dos velhos tempos
Relíquias do passado
Me deu tanta saudade
Do bem que dorme em mim (bis)