Loading...
LETRA

Não sei onde vou parar com essa paixão que guardo no peito
parece que não tem jeito que dilacera o meu coração
é tormenta de saudade essa dor que arde é pior que despeito
queimando feito fogueira deixando cinzas de solidão
não sei o que vou fazer pra fortalecer a minha vontade
que acalmar a tempestade que fragmenta o meu viver
estou feito pedregulho desmoronando na ribanceira
e por mais que eu não queira do seu amor não posso esquecer

ai ai ai ai ai ai esta saudade me mata
é uma dor que nunca passa
machucando o peito meu
ai ai ai ai ai ai não é coisa que se faça
a tristeza que me abraça chegou no dia do seu adeus

o meu pobre coração vai num descompasso de causar pena
qualquer dia ele arrebenta todas as portas pra te buscar
parece que pra nos dois até nossa casa ficou pequena
ele quer sair do peito e eu quero asas para voar
não sei onde procurar mas vou te encontrar de qualquer maneira
a saudade é feiticeira e eu vou pra onde ela me levar
se eu ficar aqui sozinho tenho certeza que enlouqueço
te juro que não mereço tanta saudade a me torturar