Loading...
LETRA

Under the arc of a weather stain boards
Ancient goblins, and warlords,
Come out of the ground, not making a sound
The smell of death is all around,
In the night when the cold wind blows,
No one cares, nobody knows.

I don't want to be buried in a Pet Cemetery,
I don't want to live my life again,
I don't want to be buried in a Pet Cemetery,
I don't want to live my life again.

Follow Victor to the sacred place,
This ain't a dream, I can't escape,
Molars and fangs, the clicking of bones,
Spirits moaning among the tombstones,
In the night, when the moon is bright,
Someone cries, something ain't right.

I don't want to be buried in a Pet Cemetery,
I don't want to live my life again,
I don't want to be buried in a Pet Cemetery,
I don't want to live my life again.

The moon is full, the air is still,
All of a sudden I feel a chill,
Victor is grinning, flesh rotting away,
Skeletons dance, I curse this day,
In the night when the wolves cry out,
Listen close and you can hear me shout.

I don't want to be buried in a Pet Cemetery,
I don't want to live my life again,
I don't want to be buried in a Pet Cemetery,
I don't want to live my life again.

TRADUÇÃO

[Cemitério de animais]

Sob a tampa de um caixão carcomido
Gnomos ancestrais e guerreiros
Emergem do solo silenciosamente
O cheiro da morte está por toda parte
e, é noite, quando sopra o vento frio
Ninguém se importa, ninguém toma conhecimento

Eu não quero ser enterrado num cemitério de animais
Eu não quero viver minha vida de novo
Eu não quero ser enterrado num cemitério de animais
Eu não quero viver minha vida de novo

Seguir Victor ao local sagrado
Não é um sonho, não há saída
Molares e caninos, o bater de ossos
Espíritos gemendo entre os túmulos
E é noite quando a lua resplandece
Alguém chora, algo está errado

Eu não quero ser enterrado num cemitério de animais
Eu não quero viver minha vida de novo
Eu não quero ser enterrado num cemitério de animais
Eu não quero viver minha vida de novo

A lua cheia o ar parado
De repente me vem um arrepio
Victor está urrando,a carne se decompondo
Os esqueletos dançam, eu amaldiçoo este dia
E, é noite, quando os lobos uivam
Ouça com atenção e você podera ouvir meu grito

Eu não quero ser enterrado num cemitério de animais
Eu não quero viver minha vida de novo
Eu não quero ser enterrado num cemitério de animais
Eu não quero viver minha vida de novo