Loading...
LETRA

Eye to eye stand winners and losers
hurt by envy, cut by greed
Face to face with their own disillusions
The scars of old romances still on their cheeks.
And when blow by blow
the passion dies sweet little death
just have been lies.
Some memories of gone by times would still recall the lies.

The first cut won't hurt at all
The second only makes you wonder.
The third will have you on your knees
You start bleeding I start screaming.

It's too late the decision is made by fate
Time to prove what forever should last.
Whose feelings are so true as to stand the test?
Whose demands are so strong as to parry all attempts?
And when blow by blow
the passion dies sweet little death
just have been lies.
Some memories of gone by times will still recall the lies.

The first cut won't hurt at all
The second only makes you wonder.
The third will have you on your knees

You start bleeding I start screaming.

The first cut won't hurt at all
The second only makes you wonder.
The third will have you on your knees
You start bleeding I start screaming.

The first cut won't hurt at all
The second only makes you wonder.
The third will have you on your knees
You start bleeding I start screaming.

TRADUÇÃO

(Duelo)

Olho no olho, ficam vencedores e perdedores
Machucados pela inveja, cortados pela ganância
Cara a cara com suas próprias desilusões
As cicatrizes de antigos romances ainda marcadas em
seus rostos
E golpe a golpe
a paixão morre numa doce morte
Só havia mentiras
Algumas memórias do que já se foi há tempos
Ainda trazem de volta as mentiras

O primeiro corte não vai machucar
O segundo só te surpreenderá
O terceiro vai te deixar de joelhos
Você começa a sangrar e eu começo a gritar

É muito tarde, a decisão foi tomada pelo destino
O tempo para provar o quanto o ?pra sempre? deve durar
Por quem existe um sentimento tão verdadeiro a ponto
de passar no teste?
Por quem há uma necessidade tão forte que te faz
desviar de todas as tentativas?
E então, golpe a golpe
a paixão morre numa doce morte
Só havia mentiras
Algumas memórias do que já se foi há tempos
Ainda trazem de volta as mentiras

O primeiro corte não vai machucar
O segundo só te surpreenderá
O terceiro vai te deixar de joelhos
Você começa a sangrar e eu começo a gritar