Loading...
LETRA

(... forever)

Sometimes you're better off dead
There's gun in your hand and it's pointing at your head
You think you're mad, too unstable
Kicking in chairs and knocking down tables
In a restaurant in a West End town
Call the police, there's a madman around
Running down underground to a dive bar
In a West End town

In a West End town, a dead end world
The East End boys and West End girls
In a West End town, a dead end world
The East End boys and West End girls
West End girls

Too many shadows, whispering voices
Faces on posters, too many choices
If, when, why, what?
How much have you got?
Have you got it, do you get it, if so, how often?
And which do you choose, a hard or soft option?
(How much do you need?)

In a West End town, a dead end world
The East End boys and West End girls
In a West End town, a dead end world
The East End boys and West End girls
West End girls
West End girls

How much do you need?

In a West End town, a dead end world
The East End boys and West End girls
OOh West End town, a dead end world
East End boys, West End Girls
West End girls

You've got a heart of glass or a heart of stone
Just you wait 'til I get you home
We've got no future, we've got no past
Here today, built to last
In every city, in every nation
From Lake Geneva to the Finland station
(How far have you been?)

In a West End town, a dead end world
The East End boys and West End girls
A West End town, a dead end world
East End Boys, West End girls
West End girls

West End girls

West End girls
(How far have you been?)

Girls
East End boys
And West End girls
And West End girls
(... forever)
And West End girls
(How far have you been?)

East End boys
The West End girls
The West End boys
And West End girls

The West End girls
The West End boys
The West End girls

TRADUÇÃO

[Garotas do West End]
(... pra sempre)

Às vezes é melhor você estar morto
Tem um revólver na sua mão apontado para a sua cabeça
Você acha que é maluco, instável demais
Chutando cadeiras e batendo em mesas
Em um restaurante, num bairro do West End
Chamem a polícia, há um louco à solta
Correndo às escondidas para um bar fuleiro
De um bairro do West End

Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End, as garotas do West End
Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End, as garotas do West End
As garotas do West End

Sombras demais, vozes que sussurram
Rostos em pôsteres, escolhas demais
Se, quando, por quê, o quê?
Quanto você tem?
Você tem? Você consegue? Se consegue, quantas vezes?
Qual você escolhe, uma opção leve ou pesada?
(De quanto você precisa?)

Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End, as garotas do West End
Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End, as garotas do West End
As garotas do West End
As garotas do West End

De quanto você precisa?

Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End, as garotas do West End
Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End, as garotas do West End
As garotas do West End

Você tem um coração de vidro ou um coração de pedra
Espere só até eu te levar em casa
Nós não temos futuro, não temos passado
Aqui, hoje, feito para durar
Em cada cidade, em cada nação
Do Lago Genebra à estação Finlândia
(Até onde você foi?)

Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End e as garotas do West End
Num bairro do West End, um mundo sem saída
Os garotos do East End e as garotas do West End
As garotas do West End

As garotas do West End

As garotas do West End
(Até onde você foi?)

Garotas
Do East End
E garotas do West End
E garotas do West End
(... pra sempre)
E garotas do West End
(Até onde você foi?)

Do East End
E garotas do West End
Os garotos do West End
E garotas do West End

As garotas do West End
Os garotos do West End
As garotas do West End