Loading...
LETRA

Meu Deus
Não deixe que a revolta me domine
Não deixe que o pecado me incrimine
Não deixe eu não crer em mais ninguém

Meu Deus
Repare quantas vidas desiguais
Em tudo quem tão pouco ou nada faz
Aquele que faz tudo nada tem

Meu Deus
É triste o que vejo se passando
Na mesa do seu filho está faltando
Até o necessário arroz feijão

Meu Deus
Está em suas mãos nosso destino
Olhai para os nossos pequeninos
Não deixe lhes faltar também o pão

Meu Deus
Eu sei que estás ouvindo a minha voz
Não deixe o mais forte entre nós
Maltratar o próprio irmão

Meu Deus
Eu sei que o fim dos tempos vem chegando
Caminham seus filhos esperando
O cristo da salvação

Amém