Loading...
LETRA

Marcado por dentro, marcado por fora
Um rosto abatido, um coração que chora
São detalhes da vida, nem sei explicar
Um homem traído, só sabe chorar
Sabendo de tudo, fingindo de bobo
Vivendo o papel, da onça e lobo
Casada comigo, escondida chorava
Falando às paredes, que não me amava

Um dia nos braços de outro, eu a encontrei
Provando que o amor é cego, eu não enxerguei
Quem ama não foge da realidade
Morrendo de ciúme lhe dei liberdade
Agora eu vivo confuso e perdido
Passei ser amante daquela
De quem fui marido
Há tantos que sofrem vivendo assim
Não quero que tenham piedade de mim
Sofro porque amo, e este amor não tem fim