Loading...
LETRA

Major diogo ferreira
Fazendeiro abastado
Tinha quarenta fazendas
Espalhadas pelo estado

Também tinha uma filha
Que ele amava com ternura
Morena cabelos negros
Bem pra baixo da cintura

Um peão de boiadeiro
Na cidade apareceu
Se apaixonou pela moça
E ela correspondeu

Pra não contrariar a filha
Major deu consentimento
No prazo de pouco tempo
Realizou-se o casamento

Um mês depois de casados
Foi quebrado a união
Morena cortou o cabelo
Dontra o gosto do peão

Boiadeiro ignorante
Com requinte de maldade
Humilhou a sua esposa
Lá na praça da cidade

A história daqui pra frente
Foi assim que aconteceu
Major diogo quando soube
Sangue na veia ferveu

Mandou chamar seus capangas
Deu um abraço na filha
Vou mostrar pra esse peão
O peso de uma família

Peão desfilou na praça
Com uma bela peruca
Sapato de salto alto
E um trinta e oito na nuca

Pra deixar de ser machão
Levou uma chuva de tapas
E o boiadeiro valente
Desapareceu do mapa