Loading...
LETRA

Lílian, teus olhinhos verdinhos
Falam-me de carinhos e prometem amor
Amar-te, para mim és a vida, enfim
Ninguém nunca jamais
Há de amar tanto assim
Te peço, que não me deixes mais
Se me dexares sou capaz
Sou capaz de morrer
Lílian, para mim és o mundo
Um amor tão profundo
Ninguém jamais te dará

Solo

Lílian, teus olhinhos verdinhos
Falam-me de carinhos e prometem amor
Amar-te, para mim és a vida, enfim
Ningúem nunca jamais
Há de amar tanto assim
Te peço, que não me deixes mais
Se me deixares sou capaz
Sou capaz de morrer
Lílian, para mim és o mundo
Um amor tão profundo
Ninguém jamais te dará

Lílian, meu bem.

________________
Anderson Rolim