Loading...
LETRA

Uma coisa à toa, uma brincadeira,
Pode ser o bastante pra desmoronar
Um castelo de amor,
Foi por um acaso, que naquela noite,
Eu cheguei em casa um pouco embriagado
Falando bobagens,
Você foi me ouvindo e me analisando,
E naquele instante vi você chorar
E correr pro quarto,
Fez a sua mala e depois partiu,
Eu gritei seu nome da porta da rua,
Você nem me ouviu,

{refrão}
Era por acaso meu aniversário,
Meus amigos me fizeram festa,
Cada um quis me cumprimentar,
E ao chegar em casa fora do horário,
Você não lembrou do meu aniversário,
Preferiu partir e não me perdoar,

Eu fazia planos de chegar em casa,
Ti levar comigo passear pela noite
Até o amanhecer,
Não deu nada certo o que eu pretendia,
Você foi embora
E deixou de presente a casa vazia,
No meio da sala, lembro com saudade,
Flores perfumadas a mesa enfeitada
Do ano passado,
Você me jurava tanto querer bem,
Hoje vai embora
E até se esquece dos meus parabéns,

[repete refrão]