Loading...
LETRA

Saiu ele em busca do pão pra sustentar os seus
Tentando esconder a emoção no momento do adeus
E agora sozinho na estrada imagens da noite calada
A pista as curvas e os filhos e a mulher amada

No rádio a canção recordava-lhe um companheiro
Falava da vida e o sonho de um caminhoneiro
Mais forte a lembrança de casa derrepente em plena Lombada
Dois homens armados um tiro e uma vida acabada

Deus este mundo é injusto, não eu não posso aceitar
Deve haver outro mundo em outro lugar
Onde não haja cobiça nem tanta maldade em vão
Matar um pai de família por um caminhão