Loading...
LETRA

Baixinha, folgada
Quer dominar minha casa
Ligeira, se acha
Quer controlar minha cachaça

Já quer podar minhas balada
Se acha que vou aceitar?
Vou não, vou não, vou sim!

Não tem nem tamanho de gente
E já lotou meu coração
Com seu beijo quente me deixou sem opção
Tá ficando gigante o amor
Essa pequena tá mandando em mim
Tá não, tá não, tá sim!