Loading...
LETRA

Déjame ser
el ladrón de tu piel
con mi calor
cubrir tu desnudez
cierra los ojos sin temor
pon en mis manos tu candor
tú y yo y un mismo amor solos...
como el ayer
quiero quedarme en ti
mojar tu ser
con lluvia de abril
como una flor sembrarte en mí
besarte toda hasta sentir
que ya no puedes más... yo quiero
llevarte hasta el cielo
en la nave de mis brazos
rendida a mi cuerpo
fundiéndonos labio a labio
tú y yo y un mismo amor
y vivir amándonos
siempre amándonos
dejame ser
tu principe azul
con mi pasión
beber tu juventud
como una flor sembrarte en mí
besarte toda hasta sentir
que ya no puedes más... yo quiero
llevarte hasta el cielo
en la nave de mis brazos
rendida a mi cuerpo
fundiéndonos labio a labio
tú y yo y un mismo amor
y vivir amándonos
yo quiero
llevarte hasta el cielo
en la nave de mis brazos
rendida a mi cuerpo
fundiéndonos labio a labio
tú y yo y un mismo amor
y vivir amándonos
siempre amándonos
tú y yo...

TRADUÇÃO

VOCÊ E EU

Deixe-me ser, o ladrão da sua pele
Com meu calor, cobrir sua nudez
Feche os olhos sem medo
Põe em minhas mãos sua candura
Você e eu, e um mesmo amor, sós

Como o “ontem”, quero ficar em ti
Molhar teu ser, com a chuva de Abril
Como uma flor, semear em mim
Beijar-te toda até sentir, que já não podes mais

Eu quero te levar até o céu
Na nave dos meus braços, presa ao meu corpo
Fundindo-nos, lábios a lábios
Você e eu, e um mesmo amor
E viver nos amando, sempre nos amando

Deixe-me ser, seu príncipe azul
Com minha paixão, beber sua juventude
Como uma flor, semear em mim
Beijar-te toda até sentir, que já não podes mais

Eu quero te levar até o céu
Na nave dos meus braços, presa ao meu corpo
Fundindo-nos, lábios a lábios
Você e eu, e um mesmo amor
E viver nos amando

Eu quero te levar até o céu
Na nave dos meus braços, presa ao meu corpo
Fundindo-nos, lábios a lábios
Você e eu, e um mesmo amor
E viver nos amando, sempre nos amando
Você e eu...