Loading...
LETRA

Muy profundo
Solo pienso en ti
Vivo en el ayer
Porque nunca mas te vi
Esperando
El milagro azul
Que te hara volver

A mis brazos con su luz
Si pudieras ver
Que aún te siento aquí conmigo
Muero al comprender
Que es preciso hallar una salida
Y liberar mi vida

Me niego a estar solo
Contigo en este mundo
Me niego a estar solo
Aún sigo siendo tuyo
Me niego a estar solo
Me ahoga el recuerdo
Mientras sepa que tu existes
No podré vivir...solo

Amanecé
Te soñe...lo se...
Porque vi caer
Otra lágrima en mi ser
No concibo
Despertar sin ti
Cómo pudo ser
Que te tuve y te perdí
Si pudieras ver
Que aún te siento aquí conmigo
Muero al comprender
Que es preciso hallar una salida
Y liberar mi vida...

Me niego a estar solo
Contigo en este mundo
Me niego a estar solo
Me ahoga estar tu recuerdo
Mientras que sepas tu existes
No podré vivir...solo

Para saber que estoy perdido
En tu pasado
Tendrías que decirmelo
Y aún así...no quiero...
Me niego a estar solo

Contigo en este mundo
Me niego a estar solo
Aún sigo siendo tuyo
Me niego a estar solo
Me ahoga tu recuerdo
Mientras sepa que tu existes
No podré vivir...solo.

TRADUÇÃO

[ME NEGO A ESTAR SÓ]

Muito profundo, só penso em ti
Vivo no ar, porque nunca mais te vi
Esperando, o milagre azul, que te fará voltar
Aos meus braços com a sua luz

Se pudesses ver, que até te sinto aqui comigo
Morro quando entendo, que é preciso achar uma saída
E libertar a minha vida
Me nego a estar só
Contigo neste mundo, me nego a estar só
Até sigo sendo seu, me nego a estar só
Me afoga sua lembrança
Enquanto sei que você existe, não posso viver, só

Amanhece, sonhei contigo, eu sei
Porque vi cair, outra lágrima na minha vida
Não concebo: "acordar sem ti"
Como pode ser, que te tive e te perdi
Se pudesses ver, que até te sinto aqui comigo

Morro quando entendo, que é preciso achar uma saída
E libertar a minha vida

Me nego a estar só
Contigo neste mundo, me nego a estar só
Até sigo sendo seu, me nego a estar só
Me afoga sua lembrança
Enquanto sei que você existe, não posso viver, só

Para saber se estou perdido, no seu passado
Terias que me dizer, e até assim, não quero
Me nego a estar só...