Loading...
LETRA

Hasta que me olvides voy a intentarlo
No habrá quien me seque tus labios
Por dentro y por fuera
No habrá quien desnude mi nombre
Una tarde cualquiera
Hasta que me olvides tanto que
No exista mañana ni después
No...no...

Hasta que me olvides voy a intentarlo
No habrá quien desnude mi boca como tu sonrisa
Y voy a rodar como lagrima entre la llovizna
Hasta que me olvides tanto que
No existe mañana ni después

Hasta que me olvides
Voy a amarte tanto, tanto
Como fuego entre tus brazos
Hasta que me olvides...

Hasta que me olvides
Y me rompa en mil pedazos
Continuar mi gran teatro
Hasta que me olvides...
Hasta que me olvides...

Y voy a bordar tu sueño en la almohada
Llenar poco a poco el silencio con tu abecedario
Y cuando me calle por dentro tenerte a mi lado
Hasta que me olvides tanto que
No exista mañana ni después

Hasta que me olvides
Voy a amarte tanto, tanto
Como fuego entre tus brazos
Hasta que me olvides...

Hasta que me olvides
Y me rompa en mil pedazos
Continuar mi gran teatro
Hasta que me olvides...
Hasta que me olvides...

Voy a continuar copiando
Tu cuerpo sobre la pared
Y voy a colgar en tu pecho
La noche y el amanecer...

Hasta que me olvides
Voy a amarte tanto, tanto
Como fuego entre tus brazos
Hasta que me olvides...

Hasta que me olvides
Y me rompa en mil pedazos
Continuar mi gran teatro
Hasta que me olvides...
Hasta que me olvides...

TRADUÇÃO

[Até que me esqueça]

Até que me esqueça eu vou tentar
Não terá quem me seque teus lábios
Por dentro e por fora
Não terá quem descubra meu nome em
uma tarde qualquer
Até que me esqueça tanto que
Não exista amanhã nem depois
Não, não

Até que me esqueça eu vou tentar
Não terá quem descubra minha boca como o teu sorriso
E vou rolar como lágrima entre a chuva
Até que me esqueça tanto que
Não exista amanhã nem depois

Até que me esqueça
Vou te amar tanto, tanto
Como fogo entre teus braços
Até que me esqueça

Até que me esqueça
E me rompa em mil pedaços
Continuar meu grande teatro
Até que me esqueça
Até que me esqueça

Vou bordar teus sonhos no travesseiro
Encher pouco a pouco o silêncio com teu abecedário
E quando me calar por dentro, te ter ao meu lado
Até que me esqueça tanto que
Não exista amanhã nem depois

Até que me esqueça
Vou te amar tanto, tanto
Como fogo entre teus braços
Até que me esqueça

Até que me esqueça
E me rompa em mil pedaços
Continuar meu grande teatro
Até que me esqueça
Até que me esqueça

Vou continuar copiando
Seu corpo na parede
E vou ficar em seu peito
A noite e ao amanhecer

Até que me esqueça
Vou te amar tanto, tanto
Como fogo entre teus braços
Até que me esqueça

Até que me esqueça
E me rompa em mil pedaços
Continuar meu grande teatro
Até que me esqueça
Até que me esqueça