Loading...
LETRA

Você podia ter caprichado menos no beijo
Devia ter pegado leve na hora de amar
Podia ter falado não ao invés de aceito
Talvez a história da gente não tava onde tá

O que eu dei pra você, tudo, tudo que eu tinha pra dar
E do que que adiantou, nada, você só queria brincar

Se, eu não conseguir dormir, não é cafeína, é culpa da morena, do beijo da morena
Se, na balada eu zerar, não faltou esquema, é culpa da morena, do beijo da morena
Me diz o que que eu posso fazer se ela rouba a cena
Se até deitado no colo da loira eu lembro da morena

Parei no segundo exato que os seus lábios falsos tocaram os meus
E sempre que alguém me perguntava
Dizia sinto nada, o amor evaporou, morreu
Mesmo sabendo que as minhas chances são praticamente nulas
O meu coração ainda te procura
Lá vou eu deitar na minha cama, me virar pro outro lado e esquecer não esqueci

Se, eu não conseguir dormir, não é cafeína, é culpa da morena, do beijo da morena
Se, na balada eu zerar, não faltou esquema, é culpa da morena, do beijo da morena

O que eu dei pra você, tudo, tudo que eu tinha pra dar
E do que que adiantou, nada, você só queria brincar

Se, eu não conseguir dormir, não é cafeína, é culpa da morena, é culpa da morena
Se, eu não conseguir dormir, não é cafeína, é culpa da morena, do beijo da morena
Se, na balada eu zerar, não faltou esquema, é culpa da morena, do beijo da morena
Me diz o que que eu posso fazer se ela rouba a cena
Se até deitado no colo da loira eu lembro da morena
Me diz o que que eu posso fazer se ela rouba a cena
Se até deitado no colo da loira eu lembro da morena