Loading...
LETRA

Cabocla como é triste meu viver
Sem esquecer um só momento teu amor
Tu me deixaste no sertão abandonado
Este caboclo magoado padecendo grande dor

Sua casinha lá no alto da montanha
Agora é tão estranha, tem mesmo a cor da saudade
Que crueldade da cabocla, minha amada
Esqueceu sua morada e a minha felicidade
Que crueldade da cabocla, minha amada
Esqueceu sua morada e a minha felicidade

Pedi a um santo pra minha felicidade
Eu quero por caridade o amor desta mulher
Quem tanto quer, quem te ama, quem te adora
Tão triste chora neste rancho de sapé

Me desprezaste por um outro da cidade
A maior infelicidade é desprezar quem quer bem
A sorte foge e o dinheiro se escasseia
Torna vir morar na aldeia, fica igual a eu também
A sorte foge e o dinheiro se escasseia
Torna vir morar na aldeia, fica igual a eu também