Loading...
LETRA

eu não sou nenhum bandido para ser tratado assim
Tenho um coração ferido com que você faz pra mim

Sei que você têm mais pena é do galã da sua novela
Isso torna nosso caso duas vidas paralelas
Pra aumentar o meu ciúme e me deixar quase louco
Ela morre de amores por um tal Francisco Cuoco
Já coloquei na balança nossa forma de viver

Você nada faz por mim faço tudo por você
Pago todas suas contas dou amor casa e comida
Você maltrata e acha pouco toda essa boa vida

Eu não sou nenhum bandido para ser tratado assim
Tenho um coração ferido com que você faz pra mim

Um dia disse brincando dois amores
Possuí um na rua outro em casa e você quis me agredir
Ao falar em dois amores simplesmente quis dizer
Que um era minha sogra o outro era você

Hoje nessa brincadeira vou por um ponto final
Por querer dar meu amor sei que não sou marginal
Vou deixar de ser bonzinho vou por o pau pra quebrar
De hoje em diante nessa casa
O galo é quem vai cantar

Eu não sou nenhum bandido