Loading...
LETRA

Quise cambiar de vida
Cuando en un laberinto
Miré hacia el cielo
Sin poder decidir

En casa, en compañía
De sílabas de amor
Vagando por el suelo
Con polvo, las confundí

Y llegas tú, pasos serenos
Y te disculpas si nos parecemos
Y llegas tú, ¿de qué planeta?
Ojos sinceros de alma complicada
Un alma complicada

Tan similares los dos
Que paz y guerra se aman de repente
Tan similares los dos
Besas mis labios y después mi frente
Tan similares que nos maravillará
Tan similares que nos enternecerá
Tan similares que eso nos protegerá

No me hace falta ya
Que tras mi salto haya
Una red que se abra
Tus brazos me salvarán
Me lo recuerdas tú
Sólo quien vuela defiende
Y ama sus caídas
De ellas se burlará

Y, ¿qué haces tú?
Que bien disimulas
En una mano coraje y ternura
Y llegas tú
Y se van las dudas

Tan similares los dos
Que damos vida a lo que estaba inerte
Tan similares los dos
Besas mis labios y después mi frente
Tan similares que nos maravillará
Tan similares que nos enternecerá

Oh oh oh oh oh

Y llegas tú
Y se disipa
El temor de quien se precipita

Tan similares los dos
Libres y prisioneros como los rebeldes
Tan similares los dos
Besas mis labios y después mi frente
Tan similares que nos enternecerá
Tan similares que nos maravillará
Tan similares que eso nos protegerá
Aah... aah

TRADUÇÃO

[Similares]

Quis mudar de vida
Quando em um labirinto
Olhei para o céu
Sem poder decidir

Em casa, em companhia
De sílaba do amor
Vagando pelo chão
Com poeira, as confundi

E chega você, passos serenos
E se desculpa se nos parecemos
E chega você, de que planeta?
Olhos sinceros de alma complicada
Uma alma complicada

Tão semelhantes os dois
Que paz e guerra se amam de repente
Tão semelhantes os dois
Beijas meus lábios e depois minha testa
Tão semelhantes que nos maravilhará
Tão semelhantes que nos amolecerá
Tão semelhantes que isso nos protegerá

Já não sinto falta
Que depois do meu salto haja
Uma rede que se abra
Teus braços vão me salvar
Você me lembra
Só quem voa defende
E ama suas quedas
Delas zombará

E o que você faz?
Que bem dissimulas
Em uma mão, coragem e ternura
E chega você
e dúvidas somem

Tão semelhantes os dois
Qu damos vida ao que era inerte
Tão semelhantes os dois
Beijas meus lábios e depois minha testa
Tão semelhantes que nos maravilhará
Tão semelhantes que nos amolecerá

Oh oh oh oh oh

E chega você
E se dissipa
O medo de quem se apressa

Tão semelhantes os dois
Livre e prisioneiros como rebeldes
Tão semelhantes os dois
Beijas meus lábios e depois minha testa
Tão semelhantes que nos amolecerá
Tão semelhantes que nos maravilhará
Tão semelhantes que isso nos protegerá
Aah... aah