Loading...
LETRA

Quante volte ci ho pensato su,
Il mio mondo sta cadendo giù
Dentro un mare pieno di follie,
Ipocrisie.
Quante volte avrei voluto anch'io
Aiutare questo mondo mio,
Per tutti quelli che stanno soffrendo
Come te
Il mondo che vorrei
Avrebbe mille cuori,
Per battere di più avrebbe mille amori.
Il mondo che vorrei
Avrebbe mille mani
E mille braccia per i bimbi del domani,
Che coi loro occhi chiedono di più
Salvali anche tu.
Per chi crede nello stesso sole
Non c'è razza non c'è mai colore
Perché il cuore di chi ha un altro Dio
È uguale al mio.
Per chi spera ancora in un sorriso,
Perché il suo domani l'ha deciso
Ed è convicto che il suo domani
È insieme a te.
Il mondo che vorrei
Ci sparerebbe i fiori,
Non sentiremmo più
Il suono dei cannoni.
Il mondo che vorrei,
Farebbe più giustizia
Per tutti quelli che
La guerra l'hanno vista,
E coi loro occhi chiedono di più
Salvali anche tu.
Come si fa a rimanere qui,
Immobili così
Indifferenti ormai
A tutti i bimbi che
Non cresceranno mai?
Ma che senso ha ascoltare e non
cambiare
Regaliamo al mondo quella pace
Che non può aspettare più
Nel mondo che vorrei uh uh uh
Nel mondo che vorrei
Avremmo tutti un cuore.
Il mondo che vorrei
Si chiamerebbe amore.
Stringi forte le mie mani
E sentirai il mondo che vorrei
Uh uh uh il mondo che vorrei

TRADUÇÃO

[O mundo que eu queria]

Quantas vezes eu já pensei
O meu mundo está afundando
Dentro um mar cheio de loucuras, hipocrisia

Quantas vezes eu até tentei
Ajudar este mundo meu
Por todos aqueles que estão sofrendo
como você
O mundo que eu queria
Teria mil corações
Para baterem mais, haveria mil amores
O mundo que eu queria
Haveria mil mãos
E mil braços para os meninos do amanhã
Que com seus olhos imploram para
Salvar-lhes, também você
Para quem crê no mesmo sol,
Não há raça, nunca há cor
Porque o coração de quem tem um outro Deus
É igual ao meu
Para quem ainda espera em um sorriso,
Porque seu amanhã está decidido
E está certo de que o seu amanhã
É junto a você
O mundo que eu queria
Teria flores espalhadas
Não sentiríamos mais
O som dos canhões.
O mundo que eu queria
Faria mais justiça
Por todos aqueles que
A guerra viram
E com seus imploram
Salvar-lhes também você
Como se faz para permanecer aqui
Assim parado,
Agora indiferente
A todos os meninos que
Não crescerão jamais?
Mas que sentido há, escutar e não modificar

Ofereçamos ao mundo aquela paz
Que não se pode mais esperar
No mundo que eu queria uh uh uh
No mundo que eu queria
Todos teríamos um coração
O mundo que eu queria
Se chamaria amor
Segure forte a minha mão
E sentirá o mundo que eu queria
Uh uh uh o mundo que eu queria