Loading...
LETRA

¡Qué! ahora cómo está
plantada por tu historia acabada,
y de frente a ti,
la enorme cuesta arriba.
Tu sientes algo sola,
sin nadie que se siente a escucharte,
que comprenda tu situación.
No te debes de rendir.
Y sigue siendo tú
persigue tu destino,
pues todo ese dolor que está dentro
nunca debe interferir en tu camino.
Descubrirás así
que tu historia toda y cada minuto
pertenecen tan solo a ti.
Mas si te has quedado tú
navegando sin razones
en el mar de tus porqués.
Mira en ti, escucha el silencio,
tu corazón te soplará las palabras,
mira dentro de ti misma y entonces
prueba si alcanzas donde te lleva tu alma.
Es difícil decidirse
qué es lo correcto, qué debe hacerse,
se si tiene la cabeza en otra parte.
Tu orgullo que te atrapa,
las noches que el dolor te destapa
todo tu miedo a equivocarte.
Si te vuelves a sentir
persiguiendo las estrellas,
nunca debes renunciar.
Cree en ti, escucha en silencio,
tu corazón te curará las heridas,
mira dentro de ti misma y entonces
prueba a volar donde el dolor no te siga.
No te engañaras, si escucha atenta,
abre los brazos y es posible que toques
cada mano, cada sueño que quieras tener,
cada uno de nosotros te espera con su
corazón.
Cada vez que dudas y que no sales,
prueba a escucharle, tu corazón sí que sabe.
Tú, tú prueba a escucharle,
tu, tu, tu corazón si que sabe,
tu, tu, tu, corazón si que sabe.

TRADUÇÃO

Escuta o teu coração (escucha a tu corazón)

Que!, agora como está,
Parada por tua história acabada,
E na sua frente,
A enorme subida.
Se sente sozinha,
Sem ninguém que te escute,
Que compreenda tua situação.
Não se deve render.

E siga sendo você,
Siga o seu destino,
Pois toda essa dor que está dentro
Nunca deve interferir em teu caminho.
Descobrirá assim
Que tua história toda e cada minuto
Pertencem somente a você.
Mas se você ficou
Navegando sem razões
No mar de teus "porquês".

Olhe para você, escuta o silêncio,
Teu coração te soprará as palavras,
Olhe dentro de si mesma e então
Veja se alcança onde te leva sua alma.

É difícil decidir
Que é o correto, que deve fazer,
Se tem a cabeça em outra parte.
Teu orgulho que te atrapalha,
As noites que a dor descobre
Todo teu medo de errar.
Se volta a sentir
Perseguindo as estrelas,
Nunca deve renunciar.

Creia em você, escuta em silêncio,
Teu coração curará suas feridas,
Olhe dentro de você mesma e então
Tente voar onde a dor não te siga.

Não te enganará, se escutar atenta,
Abre os braços e é possível que toque
Cada mão, cada sonho que queira ter,
Cada um de nós te espera com seu coração

Cada vez que duvidar e que não souber,
Tente escutar, teu coração, sim, que sabe.

Tente escutar,
Teu coração, sim, que sabe,

Teu coração, sim, que sabe.