Loading...
LETRA

Sola, sola otra vez
Tan sola, sola Por qué?
Cuánta noche puede abarcar mi piel
Y cuánta libertad, no sé
Sola otra vez
Sola, busco una luz
Tan sola yo como tú
No alcanzan mis manos para tanto vací­o aqui
En el abismo de este cuarto gris
Al amanecer

Y para qué vivir
En este plan de hoy
Qué gano con ser libre
Si no sé donde voy
No quiero más fingir
Que todo marcha bien
Si no hay tú sin mi
Y yo sin ti
No sé
No puedo ser
Sola, sola otra vez
Sola, qué insensatez
El tiempo me envuelve en un capricho de soledad
En un falsa de libertad
Que no puedo entender

Y para qué vivir
En este plan de hoy
Qué gano con ser libre
Si no sé donde voy

No quiero más fingir
Que todo marcha bien
Si no hay tú sin mi
Y yo sin ti
Ya ves que hoy
Que hoy sin ti
Se nubla el corazón
En un mar de inquietud
Que finge una estación feliz
No sé

Ya para qué vivir
La vida en un disfraz
Siguiendo siempre al mundo
Si a ti te quiero más

Ya para qué sufrir
Contéstame, anda dime
Si la distancia oprime
Que va! Mejor morir
No quiero más fingir
Que todo marcha bien
Si no hay tú sin mi
Y yo sin ti
No sé
Que puedo ser
Sola otra vez
Sola otra vez

TRADUÇÃO

[Sozinha outra vez]
Sozinha, sozinha novamente
tão sozinha, sozinha Por que?
Quantas noites pode cobrir a minha pele
E quanta liberdade eu não sei
Sozinha outra vez
sozinha, busco uma luz
tão sozinha como você
Não chegam as minhas mãos para tantos vazios aqui
No abismo deste sala cinza
Na madrugada

E para que viver
Neste plano hoje
O que eu ganho por estar livre
Se eu não sei para onde vou
Não quero mais fingir
Que tudo está bem
Se não há você sem mim
E eu sem você
Eu não sei
Eu não posso ficar
Sozinha, sozinha novamente
Sozinha, que loucura
O tempo que me cercam em uma fantasia para a solidão
Em uma falsa liberdade
que não consigo entender

E para que viver assim
Neste plano hoje
que eu ganho por estar livre
Se eu não sei para onde vou

Não quero mais fingir
Que tudo está bem
Se não há você sem mim
E eu sem você
Você vê que hoje
Hoje sem você
embaça o coração
Em um mar de agitação
Fingindo uma temporada feliz
Eu não sei

E para que viver
A vida em um disfarce
Sempre seguindo o mundo
se você eu amo mais

E para que sofrer
Responda-me, venha me dizer
se a distancia oprime
morrer, é melhor morrer
nao quero mais fingir
que tudo está bem
se não existe você sem mim
e eu sem você
não sei
se posso ficar
sozinha outra vez
sozinha outra vez