Loading...
LETRA

Ávido de amor eu te procuro
Acuado, inseguro
Eu não vivo sem você

Paro, olho a solidão de frente
Peito aberto, transparente
Impossível te esquecer

História básica de um grande amor
Cúmplice de um caso de paixão
Que complicou meu coração

Arranha minha pele ainda intacta
Desfaz essa postura meio máquina
Se solta desse olhar enigmático
Que o meu amor é sólido, é prático

No amor não é preciso tanta mágica
Se entrega e não seja assim tão lógica
Você tomou meu coração tão rápido
Que amar você já se tornou um hábito

Paro, olho a solidão de frente
Peito aberto, transparente
Impossível te esquecer

História básica de um grande amor
Cúmplice de um caso de paixão
Que complicou meu coração

Arranha minha pele ainda intacta
Desfaz essa postura meio máquina
Se solta desse olhar enigmático
Que o meu amor é sólido, é prático

No amor não é preciso tanta mágica
Se entrega e não seja assim tão lógica
Você tomou meu coração tão rápido
Que amar você já se tornou um hábito

Arranha minha pele ainda intacta
Desfaz essa postura meio máquina
Se solta desse olhar enigmático
Que o meu amor é sólido, é prático

No amor não é preciso tanta mágica
Se entrega e não seja assim tão lógica
Você tomou meu coração tão rápido
Que amar você já se tornou um hábito
Um hábito