Loading...
LETRA

EU TINHA BOM GADO DE CORTE
EU TINHA BOM GADO LEITEIRO
EU TINHA UM BOM CAVALO
E UM ABUNDANTE CELEIRO
EU ERA MUITO RESPEITADO
EU FUI CAMPEÃO DE RODEIO
E POR TODA A REDONDEZA
QUERIAM OUVIR MEU PONTEIO
MAS POR CAUSA DE DOIS OLHOS CLAROS
QUE BRILHAM COMO O LUAR
EU DISSE MEU PAI VOU EMBORA
VOU PROCURÁ ?LA
SEM ELA NÃO POSSO FICAR

ANDEI LADO A LADO COM A MORTE
POR ESSE MUNDO A VAGAR
EU QUE ERA AMIGO DA SORTE
FUI COMPANHEIRO DO AZAR
ENTÃO ME TORNEI VAGABUNDO
A DOR E A FOME CHEGOU
COMI MALTRAPILHO E IMUNDO
O PÃO QUE O DIABO AMASSOU
DEPOIS DE MUITAS ANDANÇAS
ENCONTREI ME COM ELA NUM BAR
RINDO E BEBENDO COM OUTRO
MEU DEUS QUE TRISTEZA
ENTÃO RESOLVI VOLTAR

NO LONGO CAMINHO DA VOLTA
COM VERGONHA E NA SOLIDÃO
SEM SABER QUE SERIA BENVINDO
POR MEUS PAIS E POR MEUS IRMÃOS
AO LONGE AVISTEI MINHA CASA
BATEU FORTE O MEU CORAÇÃO
O PRANTO ESCORREU EM MEU ROSTO
MOLHANDO A POEIRA DO CHÃO
MEU PAI COM OS BRAÇOS ABERTOS
DISSE MEU FILHO VOLTOU
TRES DIAS, TRES NOITES DE FESTA
E O SINO TOCOU, ANUNCIANDO
QUE A PAZ RETORNOOOOOU.