Loading...
LETRA

Minha viola chorona
Divina e soberana
Seu sentimento não engana
Chorando nos braços meus

Seu ponteado é dolente
Me lembra um amor ausente
A dor que meu peito sente
É a marca do adeus

Minha viola adorada
Companheira idolatrada
Não pode ser desprezada
Como alguém me desprezou

Viola vem do sertão
Nunca me deixou na mão
Não merece o perdão
Alguém que me abandonou

A viola me acompanha
Numa saudade tamanha
Meu pobre peito se arranha
Eu também choro por ela

Meu coração sertanejo
Se enchendo de desejo
O tempo passando eu vejo
Que fui o capacho dela

Sou um bravo violeiro
Que luta o ano inteiro
O amor em desespero
Sinto minha alma doer

A alegria da vida
Por ela foi destruída
Minha viola querida
Meu grande amor é você

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)