Loading...
LETRA

Eu te disse tantas coisas da boca pra fora e saí
Arranquei o carro, pisei fundo, fiz ele cantar pneu
Na cabeça as ideias misturadas me cegando
No calor da situação, entre amor, ódio e emoção

Quase que bati o carro na avenida
Foi ali que repensei a minha vida
E no banco do carona estava a blusa
Que você deixou caída, esquecida

Quando eu voltei pra casa
Você ainda estava deitada no sofá
Com os olhos rasos d'água
E a sua maquiagem borrada

E ao ver aquela cena, a alma se condena
E a cara cai no chão
Nessa hora eu não tive alternativa
A não ser pedir perdão pro seu coração

Eu te disse tantas coisas da boca pra fora e saí
Arranquei o carro, pisei fundo, fiz ele cantar pneu
Na cabeça as ideias misturadas me cegando
No calor da situação, entre amor, ódio e emoção

Quase que bati o carro na avenida
Foi ali que repensei a minha vida
E no banco do carona estava a blusa
Que você deixou caída, esquecida

Quando eu voltei pra casa
Você ainda estava deitada no sofá
Com os olhos rasos d'água
E a sua maquiagem borrada

E ao ver aquela cena, a alma se condena
E a cara cai no chão
Nessa hora eu não tive alternativa
A não ser pedir perdão pro seu coração

Nessa hora eu não tive alternativa
A não ser pedir perdão pro seu coração