Loading...
LETRA

Deus que agonia
Dia, noite e dia é um desespero
Diz o que é que eu faço
A saudade imensa de quem tanto amo
Dá um nó no peito eu sou feito de aço
Más a gente chora, saudade me devora

Ai ai ai ai ai ai
Se eu vivo nos butecos madrugada a fora
É de saudade dela
Ai ai ai ai ai ai
Se eu vivo pelos cantos feito um cão sem dono
É de saudade dela
Ai ai ai ai ai ai
Se alguém me encontrar numa esquina qualquer
É de saudade dela
Ai ai ai ai ai ai
Deus se eu morrer, se isso acontecer
É de saudade dela