Loading...
LETRA

Sete e quarenta da noite
E a gente quebrou o pau feio
As oito e pouquinho eu já tava
Ligando e acionando os parceiro

Sensação de liberdade
Hoje eu paro essa cidade
E parei, quando no celular eu olhei
Ela postou uma foto nova com a legenda amigas, voltei
Travei, vi que vacilei
Se ela for no embalo da raiva, com o copo na mão, eu já sei

Ela é fraca pra beber
Basta um copo e pouco
Pra tentar me esquecer com outro
Ela é fraca pra beber
Basta um mini-porre
Pra roupa dela descer enquanto o grau sobe

Tô torcendo pra ela não dar o primeiro gole

Sete e quarenta da noite
E a gente quebrou o pau feio
As oito e pouquinho eu já tava
Ligando e acionando os parceiro

Sensação de liberdade
Hoje eu paro essa cidade
E parei, quando no celular eu olhei
Ela postou uma foto nova com a legenda amigas, voltei
Travei, vi que vacilei
Se ela for no embalo da raiva, com o copo na mão, eu já sei

Ela é fraca pra beber
Basta um copo e pouco
Pra tentar me esquecer com outro
Ela é fraca pra beber
Basta um mini-porre
Pra roupa dela descer enquanto o grau sobe

Ela é fraca pra beber
Basta um copo e pouco
Pra tentar me esquecer com outro
Ela é fraca pra beber
Basta um mini-porre
Pra roupa dela descer enquanto o grau sobe

Tô torcendo pra ela não dar o primeiro gole