Loading...
LETRA

Minha vizinha se enrolou com um coroa
Tá feliz, sorrindo à toa, ela tem tudo que quer
Apartamento, mansão e carro importado
Casa cheia de empregado e massagista até pro pé

Nesse conforto que ela estará vivendo
Eu estava percebendo que uma coisa ia mudá
Fiquei sabendo, chacachaca lhe faltava
Ela sempre reclamava disso, pra lhe completá

Um dia desse ela chegou cheia de prosa
Me deu um banho de loja e me chamou pra conversá
Foi me falando que ele só vive ocupado
Quando chega tá cansado, deita e começa a roncá
Nesse momento fui consolar a vizinha
Ela muito assanhadinha, não deu pra segurá

Foi um pega-pega, foi um beija-beija
Na cama e na mesa, em cima do sofá
Passou a vontade com o meu desejo
Foi a faca e o queijo pra gente se amá


Nesse conforto que ela estará vivendo
Eu estava percebendo que uma coisa ia mudá
Fiquei sabendo, chacachaca lhe faltava
Ela sempre reclamava disso, pra lhe completá

Um dia desse ela chegou cheia de prosa
Me deu um banho de loja e me chamou pra conversá
Foi me falando que ele só vive ocupado
Quando chega tá cansado, deita e começa a roncá
Nesse momento fui consolar a vizinha
Ela muito assanhadinha, não deu pra segurá

Foi um pega-pega, foi um beija-beija
Na cama e na mesa, em cima do sofá
Passou a vontade com o meu desejo
E a velha praça comecei a derrubá

Foi um pega-pega, foi um beija-beija
Na cama e na mesa, em cima do sofá
Passou a vontade com o meu desejo
E a velha praça comecei a derrubá
Comecei a derrubá, derrubá, derrubá
Derrubá, derrubá
E a velha praça consolá
Comecei a derrubá, derrubá, derrubá
E a velha praça comecei a derrubá

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)