Loading...
LETRA

Amigo, eu não consegui viver ao lado dela
Separados um pra cada lado eu vou levando a vida
Ela nem sequer me disse a palavra adeus
Cara a cara ela não quis me ver na hora da partida

Não consigo disfarçar a falta que ela faz
Também não quero que ela saiba como estou vivendo
Não dá pra retirar as marcas deste amor tão louco
Eu sei que aqui ausente dela estou quase morrendo

Solidão que dói destrói a gente
Coração doente de saudades dela
Peito que soluça, alma que entristece
Vou morrendo aos poucos de amor por ela


Não consigo disfarçar a falta que ela faz
Também não quero que ela saiba como estou vivendo
Não dá pra retirar as marcas deste amor tão louco
Eu sei que aqui ausente dela estou quase morrendo

Solidão que dói destrói a gente
Coração doente de saudades dela
Peito que soluça, alma que entristece
Vou morrendo aos poucos de amor por ela

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)