Loading...
LETRA

Havia uma terra chamada Lee
Lugar aonde o povo cultivava um campo de lentilha
E toda a cidade trabalhava muito ali
Sonhando em ver os campos sustentar suas famílias
E sempre que o campo estava pronto pra colheita
Os inimigos vinham e atacavam de repente
Pois eram os gigantes e temidos filisteus
Assolavam o povo de Deus
Matavam e roubavam sem temor
Até que um dia um valente ali apareceu
Cheio do espírito de Deus
Em meio aquele campo assim bradou
Eu sou Samá
Meu campo de lentilhas eu vou defender
Os filisteus aqui agora vão morrer
Já chega de vergonha e de sofrimento
Eu sou Samá
Valente de Davi o rei de Israel
A força do meu braço vem do Deus dos céus
É hoje que o Senhor nos dá o livramento
Vão cair por terra todos os inimigos
Porque nessa guerra Deus está comigo
Vai pra o fio da espada quem ousar tocar na minha família
e nossa colheita e ninguem vai roubar e nosso sustento
e ninguem tomar a partir de hoje ninguem mais destroi meu
campo de lentilha
e hoje essa historia se repete em sua vida as placas
da vergonha estao sempre em sua estrada o mau aos
poucos tem entrado em sua familia do campo de lentilha
nao lhe resta quase nada e quando seus sonhos estao
quase acontecendo os inimigos entram pra roubar a
esperança e antes ki vc comece a sua colheita chegam e
destroi toda a ceifa te obrigando a se conformar
eu creio que essa historia nao vai mais se repetir pois hoje
o senhor te trouxe aqui chegou a hora de voce bradar