Loading...
LETRA

Onde deixaste o cavalo,me perguntaram no povo,só porque passei pilchado mais bobo que bagual novo,olhei bem pra gurizada e respondi meio tantã,meu cavalo tá em cria com a égua da tua irmã.Os magrinhos não gostaram do tamanho do meu osso e se vieram dando um grito,vamos dar um pau no grosso;

Se vieram de japonês e fum e tum,e dá que eu dô,eu me abracei no meu mango e me fui de vem que eu tô,no começo da peleia me esquivei de um canivete,estorei num só mangaço quatro bolas de chiclete.

Me deram um pé de ouvido que por pouco não me racha,e um coice de burro chucro bem no meio da bombacha,tive que baixar o ferro,fia da pita tu me paga,vem aqui que já te mostro como é que a gente desbaga,se não fosse o meu três listras que nem sei como bati,tava até agora apanhando dos medonho dos guri.