Loading...
LETRA

As cinco da manhã
Ouvi tocar o telefone.
Alô, quem é você?
Diz pra mim qual o seu nome.
E uma voz, me respondeu...
Não diz nada, me escuta
Tô cansada de sofrer,
Por você que ama outra.
E não sei o que fazer para te esquecer.
Meus olhos te seguem andando na rua,
Do meu pensamento que vive na lua,
Na minha tristeza eu como e bebo você
Até em silêncio ouço o meu coração,
Chorando e gritando de tanta paixão,
Te amo te amo te amo
Você é meu Deus.
O desejo queimou o meu corpo
E imaginei você comigo na cama,
E naquela ilusão fiz amor com uma estranha.
Eu senti suas mãos me tocando,
Me levando até o paraíso
Fui te amando, te amado, te amando, perdi meu juízo.
Meu juízo.
Meus olhos te seguem andando na rua,
O meu pensamento que vive na lua,
Na minha tristeza eu como e bebo você.
Até em silêncio ouço o meu coração
Chorando e gritando de tanta paixão,
Te amo te amo te amo
Você é meu Deus.
O desejo queimou o meu corpo
E imaginei você comigo na cama,
E naquela ilusão fiz amor com uma estranha.
Eu senti suas mãos me tocando,
Me levando até o paraíso
Fui te amando, te amado, te amando, perdi meu juízo.
O desejo queimou o meu corpo
E imaginei você comigo na cama,
E naquela ilusão fiz amor com uma estranha.
Eu senti suas mãos me tocando,
Me levando até o paraíso
Fui te amando, te amado, te amando, perdi meu juízo.
As cinco da manhã.