Loading...
LETRA

Perdoa por eu ter te escolhido,
pra ser pra sempre a minha companhia.
Perdoa por eu ter acreditado,
neste sonho todo dia.
Perdoa por eu ter te perdoado
na hora que devia te esquecer.
Perdoa por eu ter me preparado
e me guardado pra você.

Eu te solto, eu
não te prendo
Eu te livro faz,
o que é preciso
Eu não posso
eu não quero
te obrigar a me querer
na tua vida.

Desenganos vem,
acontecem...
Desenganos vão,
desaparecem...
Eu não posso
Eu não vou forçar a barra
pra você gostar de mim
Quem sabe amanhã talvez
(quem sabe...)

O tempo coloca tudo no seu lugar
Se for te esperar ou não
quem sabe...
aquilo que tem que ser, será