Loading...
LETRA

Deixo a porta encostada
Aguardando o momento
Deixo o fogo esquentando
Esse amor que acalento

Depois deito rezando
Pro sono ser leve
Para estar te esperando
Hoje mesmo ou mais breve

Esta é minha vida
Desde aquele dia
Cena repetida
Eterna agonia

Ouço
Lá fora chegando os teus passos
Corro
E abraço somente os meus braços

Vida
Por que tanta esperança?
A razão desiste
Coração não cansa

Vida
Por que tanta esperança?
A razão desiste
Coração não cansa


Esta é minha vida
Desde aquele dia
Cena repetida
Eterna agonia

Ouço
Lá fora chegando os teus passos
Corro
E abraço somente os meus braços

Vida
Por que tanta esperança?
A razão desiste
Coração não cansa

Vida
Por que tanta esperança?
A razão desiste
Coração não cansa

Vida
Por que tanta esperança?
A razão desiste
Coração não cansa

Vida
Por que tanta esperança?
A razão desiste
Coração não cansa

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)