Loading...
LETRA

A minha casa não existe luxo e fama
O meu piso é a grama meu teto jequitibá
O meu curral é um pasto campo aberto
Vem de quem passa por perto e a beleza do luar
Traz as lembranças do meu tempo de menino
Do amor puro e divino que vivia em meu lar
A crueldade de um mundo de ilusão
Transformou aquele sertão em um triste lugar

Lobo sozinho viajante do deserto
Aqui sem ninguém por perto eu vivo a admirar
Doce encanto lembranças da natureza
Lembro com delicadeza as noites de luar

Traz as lembranças do meu tempo de menino
Do amor puro e divino que vivia em meu lar
A crueldade de um mundo de ilusão
Transformou aquele sertão em um triste lugar

Lobo sozinho viajante do deserto
Aqui sem ninguém por perto eu vivo a admirar
Doce encanto lembranças da natureza
Lembro com delicadeza as noites de luar