Loading...
LETRA

É sexta feira e hoje à noite, como de custume
Saio com os amigos pra me embriagar
Mas hoje fica desligado, escondido e guardado
Em casa trancado o meu celular
Pois sei que quando é madrugada
Escuto umas móda xonada, e em meio a bebedeira
Desesperado já não aguentando
Eu ligo pra ela chorando, e falo um tanto de besteira

E o pior é que a maldita atende
Põe no viva-voz e chama todo mundo pra ouvir
Pra ela vou me declarando
Igual um trouxa me humilhando e eles chorando de rir
Cansei de ser um idiota
E ser motivo de chacota, não vou mais me humilhar
É assim que agora vou fazer
Toda vez que sair pra beber, não levo mais meu celular