Loading...
LETRA

A verdade é que a sociedade não tem dó do bêbado
Você me julga, mas não me pergunta
por que eu bebo assim
Você não perguntou, mas eu vou falar do mesmo jeito
É que a minha paixão não quer mais saber de mim
E é por isso que hoje de novo eu vou ficar

Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
Se não sofre de amor não venha me dar sermão
Me pedindo pra apreciar com moderação
Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
Pra que todo esse preconceito comigo?
Se eu só esvazio essas garrafas pra preencher o vazio

A verdade é que a sociedade não tem dó do bêbado
Você me julga, mas não me pergunta
por que eu bebo assim
Você não perguntou, mas eu vou falar do mesmo jeito
É que a minha paixão não quer mais saber de mim
E é por isso, que hoje de novo eu vou ficar

Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
Se não sofre de amor não venha me dar sermão
Me pedindo pra apreciar com moderação
Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
Pra que todo esse preconceito comigo?
Se eu só esvazio essas garrafas

Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
Se não sofre de amor não venha me dar sermão
Me pedindo pra apreciar com moderação
Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
Pra que todo esse preconceito comigo?
Se eu só esvazio essas garrafas pra preencher o vazio