Loading...
LETRA

Ele tava acostumado com mulher cheio de frescura
Que chora pelos cantos quando quebra a unha
E passa no salão toda manhã

E quem diria que o filhinho da mamãe
Se juntou com a caipira
Tomava danoninho agora tá bebendo pinga
Agora tá bebendo pinga

E ele que é la do 011 e não era botequeiro
Mudou pro 65 e tá ouvindo tião carreiro
E tá ouvindo tião carreiro

Trocou o sapato e o terno por chapéu e bota
E vive escutando moda de viola
Quem é que não gosta quem é que não gosta